sábado, 17 de março de 2007

Expresso Tiradentes E Eu...

Quê que eu tô fazendo aqui?
Nesse ponto de ônibus...
Essas pessoas paradas aqui
Nesse ponto de ônibus

Ainda que se o tempo não tivesse mudado,
Ainda se o ônibus tivesse parado,
E esse cara, aqui do meu lado,
Fica me olhando com cara de tarado

O motorista não foi nada educado
Passou na poça e me deixou encharcado
Parou a frente, super lotado
E o cobrador que nunca tem trocado...
- Ponto de Ônibus - Ultraje A Rigor

(foto ilustrativa, retirada do site do Estado de São Paulo -> direitos deles sobre a foto)

Éh, finalmente terminou! Depois de 10 anos de obras, inciadas com o senhor Celso Pitta, o famoso "Fura Fila" de São Paulo está com o primeiro trecho terminado e 800 milhões investidos nesse meio tempo. Eu trabalho perto de onde eram as obras e elas pareciam intermináveis. Sempre lembro da minha chefe reclamando que eles trabalhavam durante a noite nas obras, e sempre havia barulho.

Bem, pra mim, o Expresso Tiradentes é inútil, eu vou pouco ao centro e eu acredito que é apenas mais uma obra faraônica. O povo estava reclamando, dizendo que eles andam devagar e que há muito demora pra embarcar. Mas o povo sempre reclama, é a função dele. A minha única opinião a respeito da obra era que ela parecia "muito alta", porque o elevado por onde o ônibus anda é muito alto pra mim. Nem é uma reclamação... Eu penso que é muito alto, mas estava feliz que as obras estavam em andamento e por fim isso ficaria pronto. Eu sempre pensei que era uma coisa inútil e que ia desperdiçar dinheiro, mas foi com isso e com a promessa do Maluf (a famosa "Se o Pitta não for um bom prefeito, nunca mais votem em mim" - hoje o Maluf é presidente do PP e é deputado federal - "ele rouba mas faz"... nem falo nada...) que ele se elegeu.

Nem poderia reclamar do serviço. Mudaram os itinerários dos ônibus, algumas linhas se mesclaram, outras sumiram e outras se dividiram em duas (?). Bem, eu sei que está uma zona isso. Ao que parece - ah que novidade! - não houve distruibuição de informação e quando o Expresso Tiradentes entrou em funcionamento, tudo mudou de uma hora pra outra. Ao menos era o que todos falavam, e eu pego uma linha "Terminal Parque Dom Pedro II - Jardim Celeste" e eu não vi nenhum papel falando a respeito - pra falar a verdade, o número do ônibus mudou e eu só notei na segunda, dia 12 quando voltava do cursinho.

Prometi a Luciana (minha chefe) que iria testar o novo serviço - uma vez que vários pacientes estavam falando mal e tudo mais, e contaria a ela. E hoje foi o grande dia, fomos eu e o Max testar o Expresso. Não fica perto de casa e fomos andando até lá. Minha primeira impressão que
era muito grande... quase majestosa o Terminal Sacomã (a estrutura em azul da foto). Eu não tinha visto, admito que fiquei impressionada, realmente era muito alta. O Max ficou me zuando "'Serião' mesmo que você não tinha visto?".

Bem, o terminal é bonito. Eu o considerei bem futurista... Acredito que seja por causa das curvas suaves e da grande quantidade de ferro. Eu me senti em Blade Runner hehehehe. Bom, não é nada prático pra embarcar - só embarca com bilhete único, numa bilheteria que só tinha dois guichês abertos e que faz de tudo (compra de bilhete único, cadastro de bilhete único, cadastro pra bilhete de estudante e mais...), menos atender com eficiência e rapidez (isso aqui é São Paulo, aqui tempo sempre é dinheiro, e ninguém tem tempo pra perder em fila, embora poucos admitam que amem uma filinha). Ficamos eu e Max por aproximadamente 15 minutos numa fila pra comprar um cartão pra poder usar o serviço.

Quando conseguimos, subimos as escadas rolantes em direção a parte de embarque do tal Expresso. Eu estava ansiosa, queria ver se era mesmo como diziam e coisas assim... quando você escuta muita coisa sobre um assunto, quer saber mais a respeito. Pra minha surpresa, tinha uma fila única (bem, é lógico, só tem um ônibus, então só uma fila... não entendi o porque então de plataformas em cartazes e de sinais indicando o lugar do Expresso, se era pra outro lugar...) e ficamos lá esperando. Esperando porque ninguém queria embarcar e ficar em pé no ônibus... é um ônibus novo, articulado, 57 pessoas em pé e 34 sentadas. Frescura do povo, aquilo é meio de transporte e não passeio ><

Acomodados no ônibus, o Max na janela, começamos a observar a vista e os comentários das pessoas: reclamavam que ele anda muito devagar (40km/h) e coisas do tipo. Só não entendi o porque de ter uma campainha no ônibus, se ele para em todos as paradas... mas tudo bem. A viagem de 8,5km foi tranquila e sem maiores problemas. É um percurso curto e a pista só do ônibus, então, bem fácil.

Chegamos a nosso destino - Parada Mercado Municipal - e os Deuses sabem porque esse nome, sendo que para no Terminal Parque Dom Pedro II, mas tudo bem. Saimos da plataforma e seguimos o caminho, notando a diferença de limpeza a cada passo... ao chegarmos na rua, a passarela onde estavamos, já estava imunda, pedaços de alimentos, papéis, a sujeira normal do Centro de São Paulo.

Minha conclusão final do serviço - éh bom, tah limpo ainda e não tá depredado... entrou em operação, segunda passada (dia 12), nem deu tempo pra fazerem isso - o que é lamentável. O projeto final vai ter 31km, levando até a Cidades Tiradentes. Espero que fique bom, pra muitas pessoas do lado leste da cidade, vai ser ótimo, uma vez que trabalham no centro.

O que eu fui fazer lá? Ah, vender uns cds da Luciana e encontrar meu irmão mais velho -> Gpto, que estuda aos sábados lá na Fatec.

Quando eu tiver dinheiro
É, quando eu tiver dinheiro
Eu prometo a mim mesmo
Que eu só vou andar de táxi...


Minha lista de blogs cresceu! A Gabi (minha filhinha phopha do bRO) temum blog do clan de Rag dela, de outro servidor. E também tem o do Fabiano (adoro o Fabiano ^^), que por coincidência, começou essa semana também ^^


=> O Blog comeu parte do meu texto... será q está com fome?

Um comentário:

Juliana disse...

Olá,

estou fazendo uma reportagem sobre o expresso tiradentes e o problema que os usuários têm enfrentado quanto ao bilhete único nesse transporte.
Achei mto interessante o que vc escreveu sobre a sua experiência lá...e gostaria de saber se vc não pode me ceder uma entrevista pra falar sobre o que vc já escreveu...
A matéria só será veiculada na Universidade Metodista, onde eu estudo.
Depois, te mando a matéria pronta e tudo mais.
Ah, é uma matéria de rádio!

Bom, se estiver interessada, peço que me mande um e-mail pra que possamos nos comunicar. Assim, que eu receber seu e-mail, te retorno com o meu telefone e outros contatos.

MEU E-MAIL: ju_omena@hotmail.com

Espero que vc possa me ajudar...
Ficaria mto agradecida.

Bjos
Espero pelo seu contato