segunda-feira, 28 de maio de 2007

Número Dois

"Exijo outra postura e não quero mais nenhuma promessa sua. Exijo seu respeito diante do nosso acordo e não quero mais que evite me olhar. Exijo seu compromisso, sabemos que é o melhor a ser feito. Exijo que faça o que deve ser feito, e com afinco, não tolerarei mais nenhuma desculpa ou comodismo de sua parte.
Creio que assim me faço entender, recusa sob pena severa, Nymus. Você mais do que ninguém sabe que não é inteligente me zangar, e muito menos, imaginar me desobedecer.
Faço-me claro e quero ter uma resposta altura. E não me venha com nenhum protesto seu, daqueles medíocres e sem fundamento - você anda absorvendo pensamentos cretinos demais, já reparou?
Seja esperta e não me aborreça mais. Espero que seja a nossa última conversa sobre isso."

----------------------------------------------

Nem falo nada... falar o quê? Odeio quando ele tem razão....

Um comentário:

Priscilla Santos disse...

meu deus! quem disso isso??? excitante!
(falo como uma mulher de malandro...como cheguei aqui?)