segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Ah tá bom!

Tudo bem, eu mudo tudo o que pensava sobre humanos. Acho que ter visto aquelas pessoas tentando ajudar no acidente da TAM passou e agora eu voltei a ter minha revolta natural contra outros humanos. Não os culpo pela ignorância - mas acho que poderiam melhorar; não os culpo pelo comodismos - todo mundo é em algum momento da vida; os culpo por destruir o planeta - e isso não tem o que ser discutido.

Novamente minha pitangueira está dando frutos. Eu fico feliz, flores e frutos, ela fica carregada e numa fartura que as demais árvores da mesma espécie por aqui não tem. Ela é bem cuidada, regada e podada. Cuidamos muito bem dela.

Então... Então por que toda vez eu tenho que lidar com macacos pendurados nela, se matando por seus frutos como se não comessem a dias? Tudo bem, eu não acho certo subir em árvores - mas não falo nada, eu penso que as pessoas deveriam subir em árvores que possam suportar seus galhos e não em árvores frágeis, mas enfim... - mas quem sobe é que sabe disso. Quando era criança, eu subia, mas depois eu compreendi que não é porque ela não anda ou pode se manifestar como um animal que possa "gostar" disso. Não é questão de inteligência, é questão de respeitar a vida que há nelas. Não penso que isso deva ser difícil de entender - o que uma árvore faz por você durante sua longa vida? E o que "talvez" ela possa fazer de ruim pode ser um ponto de vista ou falta de cuidado humano (bem, nem vou entrar nesse tipo de detalhe, que aí é demais). A questão é... Se estão vendo (ou deveriam) que ela não tem caule ou galhos suficientemente grossos ou maciços pra suportar o peso, por que esses macacos estão em cima dela? Um simples gesto, e pronto, um galho no chão. Uma simples puxada e pronto, outro galho no chão.

Eu juro que não entendo. Será que não percebe que está destruindo tudo? Será que não percebe que se destruir não tem mais? E se tiver como ter mais, que não vai ser pra agora e que essa chance pode não dar certo? Daí o planeta aquece, destrói tudo e é errado por isso. Mais vinte anos de água antes de um severo racionamento e... por que não lavar o carro hoje? o que? um banho de 20 minutos não gasta água... Mais vinte e cinco anos pra não ter comida pra todo mundo... deveria se servir com o que vai comer e não com o que vai jogar fora. Por que esperar tudo entrar em colapso pra ver que está errado se dá pra ver que está errado agora?

Faço a minha parte, mas será ela suficiente pra que meu próximo entenda isso? O suficiente pra ele entender que desperdiçar não é algo que pode ser feito por que ele paga por isso? O suficiente pra que ele perceba que não vai ter nada mais depois... que o fim que se aproxima é negro e violento?

Faço reciclagem de papel, metal e de água. No consultório, implantamos esse sistema e reciclamos os copos descartáveis e embalagens. Sabemos que podemos ser melhores e agora minha chefe leva coisas pra reciclar pro consultório. Sabemos que podemos melhorar e melhoramos sim.

Volto a macaquice. Seremos obrigados a tirar os frutos e podar a árvore, pra preservar a coitada do ataque insano dos macacos, antes que eles deitem a árvore. Isso me deixa extremamente zangada, puta que pariu, você tem que falar pra pessoa "por favor, você pode sair de cima da árvore? Ela não aguenta seu peso e se não tiver mais árvore, não tem mais fruto". Pode parecer exagero, mas não é. É uma ação predatória por pitangas que é foda demais. Se ainda fosse uma pessoa que não come há dias, era compreensível - e ainda duvido que nessa condições teria idéia de destruir pra comer (porque deve entender que se - acabar não tem mais), mas não... tiazinhas, mulekes moglins das escolas aqui perto de casa, mocinhas em saltos e tudo mais. Chega a ser deprimente...

Mas cansei novamente, as vezes meu semelhante é visto como um primata - na idéia de Darwin ele só fica ereto, mas age como um macaco... tá loco.

2 comentários:

Fabiano Alves disse...

Carola, eu tenho pensado comigo mesmo que a tal evolução do ser humano ainda não rolou de fato e que usaram o Darwin de bode expiatório pra dizer que humanos são "evoluídos".
Evoluído assim, prefiro então um cachorro ou um gato!
Sei lá, acho que até peixinho de áquario é mais evolúído que isso!
Lembrei de uma coisa que casa bem com esse post...

O homem é o único animal do planeta Terra que suja á agua que bebe, polui o ar que respira e destrói a terra onde vive. Por isso, o homem está fadado a morrer.

Era mais ou menos isso, lembro que li isso no final da novela Pantanal, da Rede Manchete, lembra? E fixou na minha cabeça.
E decerto, teu post denuncia que a citação do Benedito Ruy Barbosa é absolutamente verdadeira!
É isso.

Nymus disse...

Eita Fabi, nunca vi Pantanal não.

Mas de qualquer modo, o ser humano é nonsense e merece com toda certeza o fim que vai ter. ¬¬